A necessária preparação dos jovens herdeiros

Valor Econômico
14/08/2018

Fornecer treinamento sobre o mercado financeiro para jovens herdeiros de famílias empresárias e empreendedoras vem se transformando em uma necessidade e uma realidade no Brasil. É de suma importância preparar esses jovens para esse desafio que não têm como negar: eles nasceram herdeiros.

Para aqueles que querem complementar sua formação, felizmente a notícia é positiva: já é possível encontrar interessantes opções locais.

Muitas vezes, um herdeiro imagina que terá grandes desafios ao assumir os negócios da família, mas não tem ideia da necessidade da profissionalização exigida. Pensando nos mais jovens (entre 16 e 25 anos), o desafio é ainda maior, pois há uma demanda enorme por maior conhecimento sobre assuntos relacionados ao futuro.

Apresentar o mundo corporativo para eles e prepará-los para o despertar da carreira são ações que ajudam a diminuir a natural ansiedade dessa fase.

Empresas de consultoria e institutos educacionais têm investido em programas de formação e treinamento para ajudar os futuros gestores sucessores e sucessores acionistas. Estágios em empresas familiares e programas diferenciados de trainee também estão sendo ofertados atualmente proporcionando um intercâmbio entre famílias empresárias.

Na GPS Investimentos, essa demanda de jovens herdeiros - e também de seus pais - levou à criação de um curso exclusivo para convidados da gestora de patrimônio, montado em parceira com a Fundação Dom Cabral. O curso prepara os jovens herdeiros para o mundo real. Proporciona uma viagem pelo universo dos negócios e do empreendedorismo por meio de debates, depoimentos, dinâmicas vivenciais, visitas a empresas e construções coletivas, itens que precisam fazer parte de uma grade que queira endereçar os objetivos desses jovens.

Trabalhar itens como propósito pessoal, ética, planejamento, empreendedorismo social, marketing digital e liderança criativa são atividades que compõem um programa de formação. Repito, um programa de formação e não somente um treinamento sobre bolsa de valores, fundos de investimentos e gestão de portfólios. Desenvolver um projeto pessoal (não importa qual) com suporte de alguém com experiência (como um mentor) é colocar na prática todas as teorias de planejamento e testar a vocação empreendedora.

Além do conteúdo trabalhado, esses programas permitem a troca de experiências entre os participantes, que são geralmente da mesma faixa etária e partilham de desafios semelhantes.

A primeira edição do programa aconteceu no ano passado e teve repercussão. As aulas tiveram duração de oito sábados, nos quais os alunos passaram por desenvolvimento de seu lado empreendedor e foram apresentados aos desafios tanto do mundo corporativo como do ambiente de gestão. Apelidamos esses encontros de "Trilhas de Conhecimento" que tiveram a participação de jovens de 16 a 21 anos. A seleção desses jovens aconteceu de maneira natural, de acordo com o perfil e disponibilidade de tempo. O "empurrão" dos pais é bem vindo também pois desejam que seus filhos aprendam a "receber o passado como um presente".

Uma segunda edição está no nosso planejamento proporcionando oportunidade para os jovens herdeiros que não conseguiram participar da primeira turma e funcionando como uma educação continuada para os já formados nesta. Essas iniciativas não contribuem somente para os jovens herdeiros.

Países desenvolvidos, que construíram suas próprias soluções para um futuro melhor, pensaram de forma estruturada e colaborativa nos herdeiros de suas melhores empresas privadas. Para evoluir na governança corporativa, familiar e na profissionalização das empresas brasileiras, é essencial incluir e preparar os jovens herdeiros. Quanto antes, melhor.

Rogério Zanin é sócio da GPS Investimentos.